Agência Futebol Interior

 

Na noite desta quarta-feira (3), Botafogo-PB e Mirassol acertaram sua pendência com a tabela. Os times foram a campo no Almeidão, em João Pessoa (PB), em jogo atrasado pela 12ª rodada do Brasileiro da Série C e empataram em 1 a 1. A partida ficou marcada pelo excesso de faltas e pelos poucos lances de perigo, acabou ficando pior para o Belo, que adiou em mais uma rodada a chance de avançar para a segunda fase.

Lembrando que o jogo não aconteceu junto aos demais na 12ª rodada, devido a um pedido do Ministério Público, aceito posteriormente pela CBF, por conta da falta de contingente da Polícia Militar, que estava empregada nas Festas Juninas no estado paraibano.

Já classificado, o Mirassol foi a campo com um time alternativo e chegou ao gol com uma bela cobrança de falta de Matheus Oliveira. O time paulista é o líder, porém agora com 33 pontos, aumentando a vantagem para o vice Paysandu (30), para três pontos.

Já o Botafogo-PB, segue em quinto lugar com 28 pontos, dentro da zona de classificação, a três do nono colocado, o Aparecidense-GO (25), primeiro time fora do G8. Adiando mais uma vez sua vaga para a próxima fase.

 

EQUILIBRADO

Mirassol e Botafogo fizeram um primeiro tempo equilibrado, com cada time dominando uma parte do tempo. Quem começou melhor foram os paulistas. Primeiro chegou com Roberson, cabeceou e Victor Golas fez grande defesa. Pouco tempo depois, aos sete, Matheus Oliveira abriu o placar, em bela cobrança de falta. A falta estava posicionada no lado esquerdo, o goleiro Golas quis adiantar pensando em um possível cruzamento e o meia mandou direto para o gol.

Depois do gol, os papéis se inverteram. O Botafogo começou a tomar as ações do jogo. Leilson fez grande jogada e cruzou para Adilson Bahia cabecear, parando em grande defesa de Jefferson. Na segunda, o atacante paraibano venceu o arqueiro do Mirassol. Após grande jogada de Leilson, Adilson subiu de novo e cabeceou no canto do goleiro, empatando a partida.

Com o empate, o jogo ficou truncado no meio campo e com o gramado encharcado, as faltas foram as protagonistas. As duas equipes não conseguiram obter sucesso no ataque e o placar permaneceu até o intervalo.

 

MUITAS FALTAS

O segundo tempo começou no mesmo estilo que terminou o primeiro. Jogo muito truncado no meio campo, onde as poças de água insistiam em existir e com muitas faltas. O Mirassol conseguia certa superioridade, mas não conseguia traduzir em finalizações, a única foi um chute de Matheus Oliveira que acertou o lado de fora da rede.

Como o jogo no chão não fluía, a alternativa foram as bolas alçadas na área, principalmente aproveitando as faltas cometidas próximo à meta adversária. O Botafogo com Leilson, que quase virou a partida. O atacante pegou a sobra da zaga e cruzou, a bola pegou efeito inesperado, porém parou no travessão. E já nos acréscimos, Osman mandou uma bomba de fora da área, tirando tinta da trave. Porém o empate permaneceu valendo no jogo atrasado da 12ª rodada.


RETA FINAL

Pela 18ª e penúltima rodada, no interior paulista, o Mirassol recebe o Vitória-BA, no Campo Maia, no domingo (07), às 19h00. Enquanto o Botafogo recebe o Figueirense-SC, no Almeidão, em João Pessoa (PB). O jogo ocorre somente na segunda-feira (08), às 20h00.